sexta-feira, 3 de novembro de 2017

A Roda do Tempo - A Grande Caçada, de Robert Jordan

Sinopse:

Este volume retoma a aventura vivida por Rand e companhia no livro anterior. 

O Corno de Valere tem de ser entregue e assim se trata do assunto para tal acontecer. Porém, os servos da Sombra são muitos e perigosos e o Corno acaba por ser roubado. Rand e companhia têm de o descobrir e entregar, pois, quem soprar o Corno tem o poder de trazer os Grandes Heróis já mortos, e dobrá-los à sua vontade. 




Opinião:

Já li o primeiro há alguns anos, mas foi com grande entusiasmo que voltei ao mundo da Roda do Tempo. Encontrei personagens que são únicas e a história ainda se adensou mais, mostrando mais do mundo criado pelo autor. Foi, sem dúvida, uma excelente aventura. 

Voltar a encontrar Rand foi muio bom, em especial porque vai amadurecendo bastante ao longo do livro. Tal também acontece com todas as personagens, se bem que umas não apareçam tanto como eu esperava, como Moiraine, que é uma das minhas favoritas, e Mat. No entanto, aparecem outras personagens que também trazem interesse há vasta aventura vivida neste volume. 

A nível do enrendo, achei que tudo está muito bem contextualizado, bem como tudo bem entrançado. Nada fica solto dentro do tear da roda que faz a história girar, nem um fio! A não ser aqueles que têm de ficar para juntar aos outros volumes e assim adensar ainda mais o mistério, tornando-o ainda mais rico e grandioso. Gostei da forma como o autor conduziu a narrativa, com um final apoteótico. Não há momentos "parados", nem nada disso. O ritmo é constante, bem como a quantidade de peripécias, que são bastantes. 

A história é como que dividida em várias partes, se bem que tal não tem uma divisão própria, tal como aconteceu no anterior. Gostei de todas as partes, se bem que aquelas em que Rand tem mais aventuras e onde aparece uma certa personagem misteriosa, bem como partes mágicas misteriosas e estranhas, foram aquelas que mais me agarraram, pois foi o que mais diferente houve ao londo da narrativa. Também gostei muito da parte final, repleta de emoção e ação, com tudo a acontecer ao mesmo tempo. Existem momentos de bom suspense, com descrições muito fortes e que prendem o leitor de uma forma bastante possante. 

Quanto às descrições, todas elas são essenciais e brilhantes, permitindo ao leitor ir para dentro da obra. Quando isto acontece, é sinal que o autor fez o seu trabalho maravilhosamente, a meu ver. Não são em demasia, são na quantidade certa e são um deleite. 

Em suma, uma aventura cheia de ação, emoção, honra, sacrifício e do melhor que a Fantasia tem para oferecer. Recomendo a todos! 

NOTA (0 a 10): 10 

1 comentário:

  1. Viva,

    Que saudades deste universo, é mágico do melhor que a fantasia tem a meu ver e vai melhorar de livro para livro.

    Esta era uma serie que ficaria muito feliz se viessem a publicar toda por cá, é BOM :)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar